5 de março de 2014

Os que esperam no Senhor - Isaías 40




Wilma Rejane


Dá força ao cansado, e multiplica as forças ao que não tem nenhum vigor. Os jovens se cansarão e se fatigarão, e os moços certamente cairão; Mas os que esperam no Senhor renovarão as forças, subirão com asas como águias; correrão, e não se cansarão; caminharão, e não se fatigarão. Isaías 40:29-31

Você já ouviu falar em Sayeret Matkal?  É uma unidade especial do exército israelense que figura entre as melhores do mundo. Esse exército, trabalha o ano inteiro, nos bastidores, de forma silenciosa e secreta, é convocado apenas para operações especiais, quando o exército comum já esgotou suas forças e recursos. O Sayeret é a força renovada que os inimigos não esperavam encontrar em seu caminho.

Quando colocamos nossa confiança no Senhor Deus, Ele nos capacita  e habilita nas esperas. Porque de todas as formas, fomos chamados a esperar: Estamos sempre aguardando algo, quer seja na dimensão material ou espiritual. Coisas que consideramos importantes para nós e para outros. Esperar é algo que pode cansar e no mundo conturbado, imediatista em que vivemos, esperar pode também significar perder tempo.

O profeta Isaías compara a espera dos crentes , com o voo das águias. Você sabe como essas aves aprendem a voar? Os filhotes são lançados das alturas e as águias mães, lhes rodeiam com cuidado durante todo o voo. Quando se acham quase sem forças e prestes a cair de vez, são resgatadas. Esse exercício dá confiança e capacidade aos filhotes, lhes ensina sobre as agruras do mundo e a disponibilidade que precisam ter para viver.




Deus transmitiu a mensagem das águias para seu povo, no deserto. Porque Ele queria que fossem fortes e cheios de fé e esperança para com Suas promessas: "Porque a porção do Senhor é o seu povo; Jacó é a parte da sua herança. Achou-o numa terra deserta, e num lugar solitário cheio de uivos; cercou-o, instruiu-o, e guardou-o como a menina dos seus olhos. Como a águia desperta a sua ninhada, move-se sobre os seus filhos, estende as suas asas, toma-os, e os leva sobre as suas asas, assim só o Senhor o guiou." Deuteronômio 32:9-12 .

Simeão esperou

Esperar é uma atitude que pode gerar tristezas, desânimos, dor. Mas esperar no Senhor, é como o voo da águia que se renova pelo elo de amor. É esperar como o justo e ancião chamado de Simeão. Morador de Jerusalém, recebeu a promessa de que não morreria sem antes ser cumprida a promessa de  ver o Cristo, o Messias, com os próprios olhos. Este homem viveu em uma época de corrupção religiosa, mas a Bíblia diz que frequentava o templo diariamente e era cheio do Espírito Santo de Deus. Avançado em idade, viu o cumprimento da promessa e foi testemunha viva da chegada do Reino de Deus aos homens (Lucas 2: 25 a 38).

Como saber que não esperamos em vão? Tomemos o exemplo de espera de Simeão. Ele não desanimou mesmo diante das conspirações dos homens maus que enganavam os piedosos. Você tem dúvidas de que a espera aperfeiçoou Simeão?

A prova da sua fé produz perseverança. Tiago 1:3

     Simeão:
  • Permaneceu obediente e temente a Deus
  • Era homem de oração
  • Não se deixava influenciar pelos modismos religiosos
  • Cheio do Espírito Santo
  • Seguia a direção do Espírito Santo
  • Tinha discernimento espiritual, reconheceu o menino Jesus, assim que O viu.

Sayeret Matkal Celeste

O que estamos esperando? Por quanto tempo? Lembremos do voo das águias e das promessas de Deus para seu povo. É necessário que ao esperar, nossa fé seja firmada em Deus. Não é por acaso que Deus é também chamado de “O Senhor dos exércitos”. O  Sayeret Matkal  é apenas um exemplo inferior do exército de operações especiais celeste.

"Oh Senhor, minha força e minha fortaleza,meu abrigo seguro na hora da adversidade."Jeremias 16:19

Então,se nos sentimos fracos, sem forças, desanimados por esperar respostas que não chegam, lembremos mais uma vez do voo das águias, do justo e paciente Simeão e de que O Senhor é a força de seu povo, Ele é o Soberano dos exércitos que jamais esquece daqueles que confiam Nele com todo o coração. Além de tudo que nos aflige, existe ainda uma última espera: a segunda e gloriosa vinda de Jesus Cristo, esta deve ser nossa inspiração diária em um mundo que se perde em valores e temor a Deus.


Deus o abençoe

Por: Jesus dentro odo barco
04/03/14
Fonte: A Tenda na Rocha

0 Comentario:

Postar um comentário

Deiche aqui suas mensagens