7 de agosto de 2012

Vai, vende tudo o que tens.



Sérgio Muller

Peguei minha Bíblia e comecei a ler o texto:

 “Certo homem de posição perguntou-lhe: Bom Mestre, que farei para herdar a vida eterna? Respondeu-lhe Jesus: Por que me chamas bom? Ninguém é bom, senão um, que é Deus. Sabes os mandamentos: Não adulterarás, não matarás, não furtarás, não dirás falso testemunho, honra a teu pai e a tua mãe. Replicou ele: Tudo isso tenho observado desde a minha juventude. Ouvindo-o Jesus, disse-lhe: Uma coisa ainda te falta: vende tudo o que tens, dá-o aos pobres e terás um tesouro nos céus; depois, vem e segue-me. Mas, ouvindo ele estas palavras, ficou muito triste, porque era riquíssimo.” Lucas 18:18-23

Fechei meus olhos e por alguns momentos tive um sonho...
“Sérgio, algumas coisas ainda te faltam também! – disse-me Jesus.
-O que está faltando Senhor?” – perguntei.
-Vai, e vende tudo o que tens, dá aos necessitados, e Me farás feliz! – respondeu Jesus.
-Mas Senhor, deve haver algum engano. Eu não sou rico, e não tenho lá tantas bens assim – Respondi meio apavorado.
-Mas quem foi que te falou que Eu só faria um pedido desses aos que fossem ricos? – perguntou-me o Mestre.
-Bom Senhor, eu pensei que... hummm... deixa pra lá. O que o Senhor deseja que eu venda especificamente? – respondi.
-TUDO! – disse Ele!
-O Senhor está falando da minha casa, da minha TV, geladeira, fogão... carro? O carro também? – perguntei assustado.
-Sim, tudo isso. E o carro também, é claro. Afinal, você não diz sempre que fui Eu quem lhe dei o carro? – Ele me olhou bem nos olhos quando me disse isso.
-Mas Senhor, eu pensei... E a minha família, como vai ficar? – Nessa altura nem eu mais sabia o que estava pensando.
-Pensou o quê? Pensou que eu nunca te faria esse desafio? Pensou que ‘negar a si mesmo’ não incluía isso? Mas não se preocupe. Eu tomarei conta da sua família – disse Jesus, e depois continuou...
-Ah, e não se esqueça dos livros e das Bíblias que você tem. Venda tudo! – Ele fitou bem meus olhos e viu que lágrimas começaram a surgir.



-Ah Senhor, não! Não pode ser. Os livros? Todos eles?... E as Bíblias? O Senhor não pode estar falando sério. Isso é só um teste não é mesmo? Sim, isso... um teste como o Senhor fez com Abraão. – Eu respondi chorando, quase implorando.

-Eu estou falando sério. Ninguém pode ser meu discípulo se não estiver disposto a renunciar a tudo que tem... Tudo! – respondeu Ele.

-Mas Senhor... os livros e as Bíblias... como vou continuar ensinando a Tua Palavra sem isso? – O desespero tomava conta de mim.

-Não se preocupe. Eu Sou tudo o que você precisa. Meu Espírito habita em você! – disse-me Ele.
-Eu sei disso Senhor, mas é que... que... – fiquei sem palavras e abaixei a cabeça.

Jesus viu meu silêncio... Minha relutância...  dificuldade em ceder ao que Ele estava pedindo... E Ele ficou triste."

Então, abri meus olhos e percebi a dificuldade que aquele jovem desconhecido um dia teve. Descobri que posso inventar mil e uma desculpas, mas que ainda há muitas coisas em que estou apegado e que teria sérias dificuldades em abrir mão delas.

Bem, essa conversa foi entre mim e Ele.

E você, como acha que seria se Ele tivesse uma conversa dessas com você hoje? Será que ainda te falta alguma coisa também?

Reflita nisso!

Deus te abençoe!


Por: Jesus dentro do barco
02/08/12
Fonte: A tenda na Rocha / Pr.Sérgio Muller

E-mail: sergio.muller@superig.com.br

0 Comentario:

Postar um comentário

Deiche aqui suas mensagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...