27 de outubro de 2010

O Poder da Fé

              

"E Jesus respondendo disse-lhes: Tende fé em Deus, porque em verdade vos digo que qualquer que disser a este monte: Ergue-te e lança-te no mar, e não duvidar em seu coração, mas crer que se fará aquilo que diz, tudo o que disser lhe será feito. Por isso, vos digo que tudo o que pedirdes, orando, crede que o recebereis e tê-lo-eis." Marcos 11. 22-24

Eis aí um episódio que chamou muito a atenção dos discípulos de Jesus. Nos versos anteriores ao acima citado, Jesus amaldiçoa uma figueira e ela seca-se totalmente causando espanto aos seus seguidores.
Eis que eles estavam sempre perto do Mestre, vendo ele realizar maravilhas e sendo apenas espectadores, porém, Jesus lhes dá um desafio: usar a fé!
Isto deve tê-los intrigado, porque segundo a Palavra de Deus, fé era algo que eles ainda não compreendiam. Se você ler Mateus 17. 19-20 e Mateus 8.26 verá que constantemente Jesus os repreendia pela sua pequenina fé. Isto talvez tenha incomodado eles ao ponto deles mesmos pedirem a Jesus em Lucas 17. 5, "...Acrescenta-nos a fé."
A fé é o instrumento pelo qual Deus nos faz vencedores por meio de Cristo Jesus.
Todas as vezes que Jesus realizava um milagre na vida daqueles que o buscavam ele dizia: A tua fé te salvou, confira isto em Mateus 8.13, 9.29, Marcos 5.34 e Lucas 17.19, 18.42.
O segredo era que eles sabiam que aquele a quem buscavam era poderoso o suficiente para lhes resolver os problemas, dando total crédito a Jesus, "Ora, sem fé é impossível agradar-lhe, porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe e que é galardoador dos que os buscam." Hebreus 11.6
Veja também que o contrário disto, nos leva a uma vida de naufrágios: Pedro ao ver Jesus andar sobre as águas quis fazer o mesmo, mas sua incredulidade o fez afundar ( Mateus 14. 22-31), no livro de Tiago 1. 5-7, diz que o que duvida é igual a onda do mar, levada pelo vento de um lado para o outro, e ainda adverte que o tal "duvidoso", não receberá coisa alguma.
Sim, a dúvida e a incredulidade são as maiores inimigas da fé.
Porém, quando reconhecemos que não temos fé suficiente, e às vezes chegamos a ser até incrédulos, ainda há uma esperança.
Em Marcos 9.17-24 um homem chega a Jesus levando seu filho com espírito mudo, e os discípulos não puderam expulsar os demônios. Jesus chamou os que ali estavam de "geração incrédula" e aquele pai sofrido, reconheceu que ele também fazia parte daquela geração e chorando pediu a Jesus que o ajudasse em sua incredulidade, sendo atendido em seu pedido.
A fé é arma de defesa: "tomando sobretudo o escudo da fé, com a qual podeis apagar todos os dardos inflamados do maligno." Efésios 6.16
A fé é prova de confiança: "cheguemo-nos com verdadeiro coração , em inteira certeza de fé; tendo o coração purificado da má consciência e o corpo lavado com água limpa." Hebreus 10.122
A fé luta contra todas as circunstâncias: "Ora a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam e a prova das coisas que se não vêem." Hebreus 11.1
Jesus comparou a fé ao grão de mostarda, que é a menor de todas as sementes, mas crescendo é a maior das plantas, e se torna uma árvore, de sorte que vêem as aves do céu e se aninham em seus ramos. Assim também, quando nossa fé é regada, cuidada e exercitada, ela aumenta e não somente se transforma em bênçãos para nós, como serve para os que estão ao nosso redor.
Finalizando pensemos: De onde vem a fé?
"De sorte que a fé vem pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus." Romanos 10.17

Conheça a Palavra de Deus, medite sobre os grandes homens e mulheres de fé ali contidos para que você possa tomar posse de tudo o que Deus tem pra você...
Fonte: Adoração sem limites

Postado por: ( Pb.Paulo César )
www.jesusdentrodobarco.blogspot.com
 


0 Comentario:

Postar um comentário

Deiche aqui suas mensagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...